Dia do Médico

 18/10/2021



A escolha do dia 18 de outubro para homenagear os médicos no Brasil tem origem cristã. Nessa data, a Igreja Católica comemora o Dia de São Lucas, um santo que em vida foi médico e, por isso, é considerado o protetor dos médicos pelos católicos.

Além de médico, acredita-se que São Lucas também era pintor, historiador e músico. Considerado patrono dos médicos desde o século XV, ele teria estudado Medicina na Antioquia, cidade onde também teria nascido, era uma cidade que hoje está localizada em um território sírio.

Para celebrar o dia do médico, nós iremos te contar um pouco mais sobre o médico radiologista intervencionista, confira!


A importância de ter uma data para celebrar

Ser médico é abraçar uma profissão que exige muita dedicação e sacrifício. Os profissionais, ao longo de toda uma vida, se preocupam em cuidar do bem-estar e minimizar o sofrimento da população.

Trata-se, portanto, de um ofício para aqueles que são capazes de se negligenciar para poder atender ao outro.

O Dia do Médico é uma data simbólica que serve para lembrar a população de todos os esforços que esses profissionais enfrentam em suas jornadas.

O que é a Radiologia Intervencionista?

Área de atuação da medicina que abrange procedimentos médicos invasivos realizados usualmente por meio de agulhas ou cateteres nos quais o médico radiologista intervencionista utiliza métodos de imagem para orientar o procedimento, não necessitando de cortes cirúrgicos ou câmeras de videocirurgia.

O que é tratado e como?

Essa especialidade é um novo pilar para o tratamento de doenças oncológicas, como:

  • Tumores hepáticos, de lesões hepáticas metastáticas de cólon, carcinóides e melanoma ocular;
  • Complicações no transplante de fígado.

A Radiologia Intervencionista pode ser dividida em duas modalidades principais:


  1. Radiologia intervencionista vascular

    Que utiliza conceitos de hemodinâmica (radiologia vascular intervencionista cardiológica) para guiar os procedimentos em que, geralmente, um cateter introduzido por punção de uma veia ou artéria segue por dentro dos vasos sanguíneos até atingir o órgão a ser tratado.

    É dessa forma que são realizadas, por exemplo, a angiografia e a angioplastia, que podem diagnosticar e tratar bloqueios de vasos sanguíneos, ou a quimioembolização, que associa o uso de substâncias quimioterápicas à obstrução de vasos para o tratamento de tumores, principalmente no fígado, em que a cirurgia não pode ser realizada.

  2. Radiologia intervencionista não vascular

    Que utiliza agulhas e drenos especiais que podem ser introduzidos pela pele, com o menor trauma local ou cicatrizes. A ideia é que o paciente seja submetido ao procedimento da forma mais rápida e segura.

    Virtualmente, todos os órgãos e cavidades podem ser acessados por essas técnicas.


Tipos de procedimentos realizados

Com a radiologia intervencionista, é possível acessar órgãos sem a realização de cirurgias abertas, o que abre um grande leque de possibilidades de tratamento médico, facilitando a recuperação do paciente, afinal, substitui cirurgias mais complexas, que exigem um tempo de hospitalização maior.

Os procedimentos cirúrgicos realizados com a radiologia intervencionista podem ser casos de obstrução de vasos sanguíneos ou até mesmo o tratamento de doenças oncológicas, principalmente o câncer de fígado.

As principais técnicas realizadas pela especialidade médica são as embolizações, as biópsias percutâneas, drenagens e radioablação.

O Dia do Médico é sinônimo de reconhecimento e luta. Mais do que um muito obrigado, os profissionais querem condições de continuar fazendo a diferença para a população. Para que isso seja possível, o papel do médico precisa ser cada vez mais valorizado e exaltado.

----------------------------
NEURO INTERV
Solicite uma consulta –
clique aqui
Ou ligue para: (41) 3338-8984 | (41) 9 9922-2888